quarta-feira, 20 de julho de 2011

O tiro saiu pela culatra

Caros Amigos, Boa tarde!

Estava lendo hoje a revista Carta Capital – n.º 655 – de 20/07/2011 – ano XVI.
E qual não foi minha surpresa! A matéria do jornalista Willian Vieira – “ O Tiro saiu pela culatra”


Meus amigos recomendo que leiam  pois se trata de noticia de grande relevância para a democracia e para os direitos de todos nos cidadãos pagadores de impostos, pois trata do aumento de pessoas que estão procurando comprar e legalizar armas de fogo.

O tiro saiu pela culatra
Posted By Willian Vieira On 14 de julho de 2011 @ 19:00 In Sociedade
Cada vez mais pessoas buscam clubes para atirar e comprar armas, na contramão das campanhas do governo. Foto: Débora Klempous

O professor de física Evandro abi Saab sempre teve paixão por armas de fogo. “Só não sabia que podia ter uma, porque a mídia bloqueia isso da gente”, diz, olhar fixo, os músculos projetando-se sob a camiseta. Mas quando três ladrões armados invadiram a casa da família, com todos dentro, a sensação de impotência por não poder “fazer nada” foi tamanha que Saab buscou saber como adquirir uma arma para “defesa pessoal”. E descobriu. Fez um curso básico em um clube de tiro e passou a atirar. “Uni o útil ao agradável. Vim aqui para poder me defender e me apaixonei pelo esporte.” Ele trouxe pai, mãe, irmão e irmã, todos médicos. “Minha mãe achava que arma era coisa de bandido. Depois de atirar, não queria sair do estande. Ela até disse: não dá para comprar um calibre maior?” Será uma Glock .380 a segunda arma da família.

Não é difícil vencer o que os amantes de armas definem como “uma das mais duras legislações do mundo”. Basta um -pouco de dinheiro e zero experiência para fazer disparos em um clube de tiro prático. Custa 350 reais o curso de dois dias; depois, 2 reais a bala. Não precisa de registro, teste, nada. Mas nem só de lazer e esporte vivem os clubes de tiro. Eles têm sido a saída para uma crescente leva de cidadãos em busca de armas. É um universo fechado em que, à margem das campanhas de desarmamento, debate-se o modelo de .38 a ser adquirido com auxílio do despachante especializado, enquanto se discute na internet sobre o inalienável direito à defesa pessoal.

Não à toa, a procura cresce. Alguns clubes registram aumento de até 500% na procura nos últimos anos. Segundo o Exército, responsável por fiscalizá-los, em 2004 havia 14 clubes de tiro prático registrados no Brasil. Hoje são 534. A corporação diz que o Estatuto do Desarmamento, aprovado no fim de 2003, originou uma corrida de legalização de clubes, mas não nega o expressivo aumento no número deles, nem na procura por eles. “Os números falam por si”, diz o coronel Aquiles Santos Jacinto Filho, da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados do Exército.*

Leia o texto completo na edição 655 [2]de CartaCapital, nas bancas nesta sexta-feira 15

Amigos Lembrem-se – “Armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas” a educação e o direito curam a ignorância e eleva a qualidade de vida do homem.

SELVA!

terça-feira, 5 de julho de 2011

Uma visão sobre o Brasil

Meus amigos bom dia!

Estou escrevendo este post mais como desabafo do que como outra coisa qualquer!

Eu e vocês moramos em um pais maravilhoso onde tudo da certo! Só o que estraga são as pessoas! – Esta frase pode soar como louca, mas vou explicar:

Eu (e vocês lógico), pagamos impostos diretos e indiretos em tudo que temos, compramos, usamos e ate pensamos em ter!  

1 - Não temos saúde publica; o governo (no aspecto geral) não da suporte a vida do cidadão não temos um política seria de saúde publica, não temos hospitais, não temos atendimento, não temos médicos, não temos remédios, e ainda assim pagamos impostos e as vezes para saúde como a CPMF? Alias cadê ela? A coisa ta tão feia que ate quem tem plano de saúde ta tendo dificuldade!

2 - Não temos escolas que ensinam; as escolas são depósitos de crianças por um determinado período, se passa de ano sem saber quase nada!, Depois se vai para a faculdade se pagar passa se não pagar fica, mas se pagar uma nova prova passa, e depois pega um exame como o da Ordem e ferra todo mundo! E tem gente que quer acabar com o exame da ordem daí fica mais fácil os incompetentes se engajarem no mercado de trabalho, pois afinal para que advogados e profissionais experientes e capacitados se o cidadão não sabe o que é isto!

3 – Não temos segurança; nossa segurança publica é uma piada de humor negro! Cidadãos presos em casa e bandidos nas ruas! Não posso sair à noite nem de dia em determinados locais, pois com sorte só serei assaltado se não serei assassinado!  Um código penal da década de 50 ou sei la de quando!!! Novos códigos que põem os criminosos nas ruas mais rápido, para melhorar a rotatividade das vagas do sistema carcerário! Penas progressivas sem critério algum! Leis pesadas para pobres e sem recursos e Leis leves para ricos e abastados, quem pode pagar e fica fora da cadeia protela o resultado ate por anos!. Nossa policia coitada! É uma policia que não pode agir com rigor senão é repreendida publicamente e o bandido coitado em direitos humanos.  Direitos humanos do cidadão é para o cidadão que por direito e definição é aquele que vive em sociedade e cumpre seus deveres e tem direitos, caso contrario não tem deveres e por conseqüência não tem direitos.

4 – Não temos uma classe política digna de modo geral, nos trabalhamos para eles e não eles para nos! Há uma inversão de valores que é bisará, nos os elegemos par eles agirem por conta própria e de forma arbitraria, fazendo o que querem das leis e verbas publicas em prol de sim mesmos e de seus interesses e de seus parceiros, licitações fraudulentas, superfaturadas, obras e serviços prestados de forma leviana e ineficaz, construções feitas de forma irresponsável e de forma precária visando pouco gasto e retorno maior medindo serviços não executados e quando executados são de forma parcial.

5 – Não temos moradias; famílias moram em caixas, barracos, bueiros e em baixo de viadutos, temos favelas que agora se chamam comunidade para melhorar a aparência do que já é ruim par agradar a pseudos intelectuais que acham que comunidade é mais bonito como se mudar o nome fosse mudar a realidade de quem mora lá!

6 – Não temos transporte público, temos ônibus, trens e metrôs dignos de vergonha, super lotados, sujos, caindo aos pedaços, onde somos transportados como carga ou gado, alias nem assim, pois cargas têm valor e gado também!  Pagamos para ser transportados de forma indigna e não temos escolha, a opção é usa o carro, ai pagamos IPVA, DPVAT e afins para usar algo que eu paguei e em troca temos ruas esburradas, motoristas que compram a habilitação, irresponsáveis e pessoas que sequer poderiam dirigir ao meu lado que se quer sabem para que serve uma chave de seta! Temos muito transito e congestionamentos!

Tenho um sócio que me leva 25% às vezes mais de meu lucro e não me ajuda em nada! Só me da problema, cria empecilhos para meu trabalho, põem condições para eu viver, trabalhar e morar, dita como devo pensar e agir, me obriga a votar, a prestar o serviço militar e a pagar tributos sua existência. Mal sabe ele que eu não preciso dele e ele precisa de mim!

Cria impostos, contribuições e meios cada vês mais ardilodos de me deixar controlado, e não me da nada de volta, tem um salário muito superior ao meu e não trabalha nem um décimo que eu e as vezes nem saber falar sabe e quando não sabe nem ler ou nem para que esta lá? O trabalho dele é resolver as políticas publicas para que eu possa viver em paz, com dignidade e segurança e nem isto sabe fazer, pois se agir certo vai contra os interesses de alguns e pode perder o cargo!

Num pais onde programas de TV que tratam de assuntos policiais e das misérias sociais tem grande audiência, onde pessoas param para admirar acidentes de transito, tiram fotos dos destroços e mortos, se aglomeram para apreciar a desgraça alheia, ao ponto de parar uma avenida, é sinal que tem alguma coisa errada.

Num pais onde pessoas que se ariscam para me defender e me salvar ganham R$ 2.000,00 reais por mês e um que não me ajuda em nada ganha R$ 27.000,00 tem algo errado!

Temos muita boa vontade,  somos o pais do Carnaval, do Futebol, das festas e do jeitinho brasileiro da Lei do Gerson, Mesmo que tudo isto seja trazido de fora e não tenhamos inventado nada disto! Apenas absorvido como nosso! Só inventamos a Lei do Gerson! A de levar vantagem em tudo! A lei do malandro. Enfim o que fazer para deixar nosso pais mais digno?

Nos brasileiros só pensamos e nos movemos quando a ferida é em nos mesmos, quando é em outro às vezes olhamos para outro lado, porque deixamos que as coisas aconteçam?

Porque não cobramos as responsabilidades de nossos governantes afinal eles trabalham para nos e não nos para eles?

Porque eu tenho que me preocupar com um marginal se é ele que teria que se preocupar comigo! Eu tenho que me desarmar me cercear de meus direitos e ele não?

Porque pago plano de saúde se tenho direito a saúde publica, pois segundo a constituição a saúde é um direito meu e um dever só estado!

Porque tenho que pagar para ter escola primaria digna?

Porque as Faculdades são tão caras e formam incompetentes?

Porque pago tanto imposto? Para que finalidade ele serve? Se obviamente ele não é aplicado ao que se destina?

Porque temos idosos vendendo mercadorias em semáforos ao invés de velos no mínimo em abrigos? Amparados e bem cuidados quando não com suas famílias?

Porque temos a Fundação CASA (FEBEM)? Porque temos jovens infratores? Que famílias eles vem? Como elas são? Como foram parar la? Que escolhas tiveram?

Porque existe salário mínimo? Afinal o valor mínimo de um trabalho pesado é tão insignificante a ponto de ser quase escravo?

Porque e para que serve ser digno? Se as oportunidades são para os desonestos e corruptos?

Porque?

Eu penso em tudo isto e tenho vontade de voltar ao útero e não nascer! Ou me revolto e penso que se não vaio por bem vai por mal? Daí lembro que tenho dignidade e cumpro as leis e deveres que me são imputados como cidadão! Daí eu volto ao começo e pergunto o que eu ganho com isto se a contra partida não existe por parte do meu pais, representado por pessoas que eu elegi e estas não se atentaram que devem a mim e não eu a eles!?

O que seria preciso para mudar isto?

O Que?