sexta-feira, 19 de julho de 2013

Duvidas do Amigo Alves Andrio.

Esta publicação é em resposta a duvidas, muito pessoais de um amigo do Facebook - Alves Andrio, porem podem servir para todos os amigos. Acompanhem.



Bom dia Alves Andrio, vou tentar responder por partes as suas colocações.
 
1 – Falar em um parâmetro de definição para se preparar é algo difícil pois a preparação sugere que saibamos o que vamos enfrentar. De forma genérica podemos supor um antever os riscos de nosso local de convivência ou seja, Pais, Estado, Cidade e de certa forma podemos considerar o continente onde vivemos. Sei que é algo muito genérico mas é uma forma de prever o que seria necessário para estar pronto para uma situação de risco.

2 – Catástrofes naturais não são exclusividades de um determinado ponto no planeta, certamente elas ocorrem com mais frequência em um lugar ou região que em outros, porem nenhum lugar esta livre 100% destes fatores, exemplo são observados todos os dias no Brasil, coisas que ouvimos desde criança que nunca existiram no nosso pais, tais como, terremotos, enchentes, desabamentos, tornados e trombas d’água, e sabemos que estes fenômenos naturais já ocorrem no Brasil a anos. De pequena ou grande intensidade eles já ocorrem por aqui a anos, exemplo recentes como o tremor de baixo grau em SP no ano de 2011, Chuvas em Santa Catarina e Serras do Rio de Janeiro, enchentes no Amazonas e por ai vai. Tudo isto sem contar com as tragédia provocadas pelo homem. Mudanças climáticas a curto prazo não devem interferir no seu modo de pensar, porem elas são reais apesar de existirem ciclos delas desde a formação da terra, agora o homem esta piorando estes ciclos em detrimento de seu lucro pessoal e vai chegar um ponto que vai ser insustentável a vida na terra com a falta de espaço físico, comida e água limpa para todos os 7 bilhões de bocas para sustentar um fato que já é realidade em países como a Etiópia, Sudão e outros.

3 – Estar preparado é uma questão de duas vias, A - Saber o que fazer e ter equipamento s para ajudar e B - Ter atitude mental para agir quando necessário. Pessoas que não sabem nada sobre o tema, não entendem ou não querem entender, pois preferem estar no seu mundo pessoal, cercados pela redoma da falsa segurança de suas vidas, tendem em 90% dos casos a te criticarem, ofenderem e menosprezar suas atitudes com relação a preparação para fatos que “nunca vão acontecer” mas pense, se fosse assim pessoas não morreriam nas tragédias descritas. Pois elas nunca deveriam acontecer correto? Mas não funciona assim infelizmente. Nos preparamos para nunca precisarmos usar nosso conhecimento e nosso recursos, pois esperamos que nada aconteça porem se acontecer você tem de saída 50% mais chance de sobreviver do que as pessoas que te criticaram.

4 – Em países da América Latina, como o Chile, Peru e Equador, se ensinam nas escolas o que são e para que servem as B.O.B – Bug Out Bag ou mochilas de 72 horas.  Elas já salvaram inúmeras pessoas em situações de risco ou crise é um fato real. Imagine que se aqui no Brasil tivéssemos esta mesma rotina, inúmeras pessoas poderiam ser salvas nas tragédias citadas pois é sabido que muitas ficaram isoladas sem remédios, primeiros socorros, comida, água ou abrigo e morreram por falta do básico, mas estes detalhes são pouco divulgados, uma forma talvez de controlar a informação e acalmar o povo. Eu tenho duas em casa, e outra de apoio com equipamentos e suprimentos para 10 dias.

5 – Sobre as opções de acampar ou passear e jogar uma bolinha com os amigos eu acredito que você possa fazer os dois, pois acampar é um esporte, e futebol também, só é necessário que dosemos as medidas para não cairmos na dita neurose ou no descaso.

6 – Sobre os padrões de ação adotados para situações de risco pelos órgãos governamentais a meu ver é uma piada de mau gosto. O tempo de resposta das autoridades a uma tragédia no Brasil é ridículo e já é um fato comprovado, se você for esperar o governo federal para te ajudar você estará morto antes da chegada do apoio, eu prefiro acreditar nas policias e bombeiros e alguns voluntários que no governo federal. Nos EUA a FEMA pede três dias para te alcançar mas já demorou 7 dias no caso do Katrina. Eu estipulei que meus recursos são para 10 dias ou mais. Ja cheguei a ter em casa recursos para 30 dias, mas respeitando os prazos de validade estes foram sendo consumidos e estão sendo repostos aos poucos. Se puder esperar e sua vida ou a de seus entes estiver segura e sua informação for segura que o socorro esta na área e nunca a caminho por mais de 2 dias, pode esperar ele chegar mas se passar de 3 dias tente mudar esta situação, porem observe todas as variáveis para se expor aos riscos e avaliar se sua decisão é correta ou imprudente.

Para finalizar, você não está errado, pense em sua segurança e na de sua família ou do seu grupo, avalie o que é bom para vocês e não na opinião dos outros, seja discreto e não comente estes assuntos com pessoas que te criticam, pois elas tendem a prejudicar mais que ajudar em todos os casos. Seja precavido e esteja preparado ou como eu digo no meu lema de vida, ESPERE O MELHOR SEMPRE, MAS ESTEJA PREPARADO PARA O PIOR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário